95.9 FM

Moro permanece no cargo após TRE do Paraná votar contra a cassação do mandato

moro cassação do mandato

O senador Sérgio Moro, eleito pelo partido União Brasil, e os suplentes Luis Felipe Cunha e Ricardo Guerra foram acusados de cometer abuso de poder econômico nas eleições de 2022, durante a pré-campanha à presidência e campanha ao senado de Moro.

As acusações foram feitas por ações do PL e da Federação Brasil da Esperança, formada pelos partidos PT, PCdoB e PV. Segundo o MPE, os gastos somados extrapolaram o permitido para campanha ao senado.

Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná discutiram as acusações e por 5 votos à 2, o tribunal decidiu pela não cassação do mandato. Os desembargadores José Rodrigo e Julio Jacob Junior votaram à favor da cassação.

O advogado do PL considera os argumentos dos votos divergentes válidos e diz que o resultado será revertido no Tribunal Superior Eleitoral, já o advogado do Brasil da Esperança afirma que a decisão desconsidera a gravidade no desequilíbrio da disputa e vai aguardar a publicação dos votos para preparar o recurso ao TSE.

A defesa de Moro afirma estar satisfeita com a demonstração de que não há ilegalidades nas campanhas.

Sérgio Moro permanecerá no cargo até a decisão final.

-Fonte: Globo.

OUÇA CBN

Moro permanece no cargo após TRE do Paraná votar contra a cassação do mandato

moro cassação do mandato

O senador Sérgio Moro, eleito pelo partido União Brasil, e os suplentes Luis Felipe Cunha e Ricardo Guerra foram acusados de cometer abuso de poder econômico nas eleições de 2022, durante a pré-campanha à presidência e campanha ao senado de Moro.

As acusações foram feitas por ações do PL e da Federação Brasil da Esperança, formada pelos partidos PT, PCdoB e PV. Segundo o MPE, os gastos somados extrapolaram o permitido para campanha ao senado.

Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná discutiram as acusações e por 5 votos à 2, o tribunal decidiu pela não cassação do mandato. Os desembargadores José Rodrigo e Julio Jacob Junior votaram à favor da cassação.

O advogado do PL considera os argumentos dos votos divergentes válidos e diz que o resultado será revertido no Tribunal Superior Eleitoral, já o advogado do Brasil da Esperança afirma que a decisão desconsidera a gravidade no desequilíbrio da disputa e vai aguardar a publicação dos votos para preparar o recurso ao TSE.

A defesa de Moro afirma estar satisfeita com a demonstração de que não há ilegalidades nas campanhas.

Sérgio Moro permanecerá no cargo até a decisão final.

-Fonte: Globo.

OUÇA CBN

Open chat
Fale com a CBN Vale do Itajaí
Olá 👋
Podemos te ajudar?