95.9 FM

Mãe é presa suspeita de abandono e maus-tratos contra quatro filhos crianças em Garuva

Uma mãe foi presa em flagrante suspeita de abandono e maus-tratos contra seus quatro filhos, com idades entre 1 e 8 anos. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (13), em Garuva, no Norte catarinense, em ação conjunta da Polícia Civil e Conselho Tutelar. Já as crianças foram resgatadas e levadas a um abrigo.

Segundo o delegado Eduardo Defaveri, a mulher é dependente de drogas e estava deixando de atender aos deveres básicos de alimentação, educação e saúde dos filhos. Além disso, ela é suspeita de ter envolvimento com uma organização criminosa.

Diante de denúncias, a Polícia Civil e o Conselho Tutelar foram até o local onde a mãe morava com as crianças. A localidade já era conhecida dos policiais, pois foi onde ocorreu um homicídio em dezembro de 2022. Um homem foi morto após uma festa que acontecia no local.

Ao chegar na casa, policiais e conselheiros encontraram o filho mais novo da mulher, um bebê de 1 ano, dormindo no chão, em meio à sujeira. “Ficou evidente a situação de risco e vulnerabilidade dos quatro filhos”, diz o delegado em nota.

– Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Enquanto estavam no local, a equipe só encontrou três dos quatro filhos da mulher. Uma das crianças, de 4 anos, havia saído sozinho e retornou minutos depois de passeio no rio, que fica próximo à BR-101. Após apuradas as informações, foi constatado que a criança também estaria pedindo comida nos comércios locais.

As equipes também verificaram que as meninas, com idade escolar, não estariam matriculadas na rede de ensino desde 2022. As crianças, inclusive o mais novo de um ano, não estariam com a vacinação em dia.

Além disso, a Polícia Civil foi informada de que as crianças se alimentam somente com ajuda de vizinhos, também muito humildes e que se encontram em situação de pobreza.

As crianças também não possuíam roupa para se encaminhar ao abrigo. Todas as suas vestes eram queimadas após um único uso. O delegado explica que, como o local era constantemente utilizado para uso de drogas, as crianças precisaram ser retiradas da casa e levadas ao abrigo.

“A pobreza, por si só, não é motivo de abandono, desde que haja o mínimo de atenção aos cuidados de saúde e educação das crianças”, defende o delegado.

A mulher foi presa em flagrante pelos crimes de abandono de incapaz majorado e maus-tratos, tendo em vista a situação de risco em que as crianças ficaram expostas.

A mulher foi encaminhada ao presídio feminino de Joinville e não negou sua relação com os crimes contra os filhos.

OUÇA CBN

Mãe é presa suspeita de abandono e maus-tratos contra quatro filhos crianças em Garuva

Uma mãe foi presa em flagrante suspeita de abandono e maus-tratos contra seus quatro filhos, com idades entre 1 e 8 anos. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (13), em Garuva, no Norte catarinense, em ação conjunta da Polícia Civil e Conselho Tutelar. Já as crianças foram resgatadas e levadas a um abrigo.

Segundo o delegado Eduardo Defaveri, a mulher é dependente de drogas e estava deixando de atender aos deveres básicos de alimentação, educação e saúde dos filhos. Além disso, ela é suspeita de ter envolvimento com uma organização criminosa.

Diante de denúncias, a Polícia Civil e o Conselho Tutelar foram até o local onde a mãe morava com as crianças. A localidade já era conhecida dos policiais, pois foi onde ocorreu um homicídio em dezembro de 2022. Um homem foi morto após uma festa que acontecia no local.

Ao chegar na casa, policiais e conselheiros encontraram o filho mais novo da mulher, um bebê de 1 ano, dormindo no chão, em meio à sujeira. “Ficou evidente a situação de risco e vulnerabilidade dos quatro filhos”, diz o delegado em nota.

– Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Enquanto estavam no local, a equipe só encontrou três dos quatro filhos da mulher. Uma das crianças, de 4 anos, havia saído sozinho e retornou minutos depois de passeio no rio, que fica próximo à BR-101. Após apuradas as informações, foi constatado que a criança também estaria pedindo comida nos comércios locais.

As equipes também verificaram que as meninas, com idade escolar, não estariam matriculadas na rede de ensino desde 2022. As crianças, inclusive o mais novo de um ano, não estariam com a vacinação em dia.

Além disso, a Polícia Civil foi informada de que as crianças se alimentam somente com ajuda de vizinhos, também muito humildes e que se encontram em situação de pobreza.

As crianças também não possuíam roupa para se encaminhar ao abrigo. Todas as suas vestes eram queimadas após um único uso. O delegado explica que, como o local era constantemente utilizado para uso de drogas, as crianças precisaram ser retiradas da casa e levadas ao abrigo.

“A pobreza, por si só, não é motivo de abandono, desde que haja o mínimo de atenção aos cuidados de saúde e educação das crianças”, defende o delegado.

A mulher foi presa em flagrante pelos crimes de abandono de incapaz majorado e maus-tratos, tendo em vista a situação de risco em que as crianças ficaram expostas.

A mulher foi encaminhada ao presídio feminino de Joinville e não negou sua relação com os crimes contra os filhos.

OUÇA CBN

Open chat
Fale com a CBN Vale do Itajaí
Olá 👋
Podemos te ajudar?