Agosto inicia com o Dia Mundial da Amamentação

Compreenda a importância do aleitamento materno

Data conscientiza as mulheres a respeito da necessidade do aleitamento materno

Olhos nos olhos, sorrisos entrelaçados e um sentimento indescritível na hora da amamentação. O aleitamento materno é uma estratégia que isoladamente mais previne mortes em crianças menores de cinco anos. Além de alimentar o bebê, o leite materno possui anticorpos que o protegem contra diversas doenças, como diarreia, infecções respiratórias e alergias.

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o leite materno tem tudo que o bebê precisa até o sexto mês de vida. Quando ele recebe somente leite materno, não necessita consumir chá, sucos ou água – inclusive, o leite materno já contém a água necessária. Conforme o órgão, bebês que são amamentados ficam menos doentes e são mais nutridos do que aqueles que ingerem qualquer outro tipo de alimento.

Em relatório divulgado pelo Unicef e pela Organização Mundial da Saúde, a estimativa é de que, anualmente, pelo menos 78 milhões de bebês não sejam amamentados na primeira hora de vida. Portanto, a cada cinco crianças nascidas no mundo, três não têm esse privilégio de começar o aleitamento logo depois do parto.

Já os bebês que estão internados e não podem ser amamentados pelas próprias mães têm a chance de receber os benefícios do leite materno através de doações, que são importante para a saúde e sobrevivência de bebês prematuros e de baixo peso (com menos de 2.500gr), que estão internados nas unidades neonatais.

Banco de Leite Humano

Com o objetivo de dar assistência às mães e aos bebês que passam por essa dificuldade, todos os estados brasileiros contam com Bancos de Leite Humano. Conforme o Ministério da Saúde, a criança se desenvolve com saúde, tem mais chances de recuperação e fica protegida de infecções, diarreias e alergias.

Um pote de leite materno doado, por exemplo, é capaz de alimentar dez recém-nascidos internados por dia. Dependendo do peso do bebê, cerca de um ml já é o suficiente para nutri-lo cada vez que ele for alimentado.

Em Blumenau, o banco de leite, que inclusive comemorou 25 anos de atividade na segunda-feira, é referência no Médio Vale do Itajaí que atua na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e executa atividades de coleta, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite humano doado.

Conforme a coordenadora do Banco de Leite de Blumenau, Cristiane Menezes, cerca de mil litros de leite foram doados à instituição no ano de 2022. “O banco participa de atividades educativas, como curso, seminários, rodas de conversa com gestantes, em empresas e em unidades de saúde”, comentou a coordenadora sobre a atuação do banco.

Mais informações

O atendimento do banco de leite em Blumenau é de segunda a sexta-feira – das 7h às 12h e das 13h às 17h. No endereço Rua 2 de Setembro, 1212, em frente à Policlínica.

Open chat
Fale com a CBN Vale do Itajaí
Olá 👋
Podemos te ajudar?